domingo, 16 de junho de 2013

estado de arte


Aperte o play e prometo que valerá a pena. Sobre estar num estado de arte imerso, completo, sem volta, sedento por. Sobre encontros, conecções, esperança, fins, cumplicidade, totalidade, necessidade. Sobre o tudo, ali. Sobre nada, também. Sobretudo a arte. Falar pelo corpo, exprimir por movimentos.
Quando falar não é preciso.

(Das horas em que o choro é livre e o corpo parece ter memória que desperta saudades desse tipo de manifestação.)