quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

reticências

O Teatro Mágico - …

“E por tanta exposição
A disposição cansou.
Secou da fonte da paciência
E nossa excelência ficou lá fora.


Solução é a solidão de nós.
Deixe eu me livrar das minhas marcas;
Deixe eu me lembrar de criar asas.


Deixa que esse verão eu faço só.
Deixa que esse verão eu faço só.
Deixa que nesse verão eu faço sol.


Só me resta agora acreditar
Que esse encontro que se deu
Não nos traduziu melhor.


A conta da saudade
Quem é que paga?
Já que estamos brigados de nada;
Já que estamos fincados em dor
.”

***

Desde que ouvi a ‘banda’ (que na verdade é um projeto) O teatro mágico, me encantei. O trecho acima é de uma música, mas não parece poesia?

ps: O nome da música é “ … ”  (reticências).

4 comentários:

  1. eu AMO, AMO MUITO esse trecho.
    uma das frases até está no nick do meu msn.
    diz tudo, nossa!

    um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Acho que não parece poesia... É poesia.
    Você realmente viciou em teatro mágico, né? hehe. Mas eles merecem, pois tem umas músicas muito boas, cheias de conteúdo, que realmente vale a pena escutar e apreciar. Essa que você postou é muito boa, legal o jogo de palavras e todo significado por trás, claro.
    Beijos ^-^

    Lívia - http://vocabulo.confabulando.net

    ResponderExcluir
  3. Oi, Paulinha
    Há tempos não passava aqui, é sempre um prazer. Não conheço muito do Teatro Mágico, mas pelo que todos comentam vou gostar de conhecer melhor. Quanto ao fim do ano, vejo sempre como uma possibilidade de "resetar" a vida e recomeçar renovada. Espero que seja sempre assim! Beijinhos, boas festas procê

    ResponderExcluir
  4. ei, tem selo pra você no meu blog, Paulinha!

    ResponderExcluir

Deixe sua lembrança...