quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Sobre as coisas ocultas pelo futuro

 

  Você me machuca tanto, mesmo sem saber. Te olho e não consigo acreditar que tenhamos chegado a esse ponto. Logo nós, tão seguros de nós mesmos.

  Queria gritar, protestar, te atingir e encontrar nesses atos uma forma de alívio ou evasão. Como se isso bastasse para chegarmos a um consenso...

  É incrível que mesmo com tanta ausência, você ainda tenha esse efeito em mim. Nunca chegamos a uma conclusão e quando chegamos a ela, foi temporária e não foi suficiente. Não sei dizer se foi um erro meu ter voltado atrás, mas no momento me pareceu não a coisa sensata a ser feita, mas a que eu precisava. Também não sei se, tendo a chance de voltar no tempo, mudaria tudo, porque o que guardo hoje - meras lembranças doces - se apagariam.

  O que sei é que tenho vivido. Em meio a tantas coisas, procuro te anular de todas as formas. É um meio de esquecer e não pensar. Se é o certo, também não faço ideia e acho que não pretendo achar a resposta; é o só o único jeito de seguir adiante.

  Fomos complexos em tanta simplicidade: nos enrolamos em um emaranhado de sentimentos que no momento eram cabíveis por serem verdade. E parece que tudo não é mais o mesmo, é difícil mudar. Dói. Cada dia mais nos esforçamos e tentamos curar algo que vai muito mais além do nosso conceito do que é curável. Ou não é para ser curável e a ferida precise permanecer aberta para só fechar com a sabedoria do tempo. É demais para mim e estou cansada de pensar e tentar adivinhar.

  Sei o que você também não sabe e não acho que vá saber agora.Talvez tais respostas estejam escondidas em um futuro que insiste em se manter oculto por marcas do presente, distante demais para ser enxergado. Não importa. Você continua me machucando igual e involuntariamente.

  Será que precisa ser mesmo difícil para valer alguma coisa?

  Foto por mim.

2 comentários:

  1. Nossa, que texto lindo. É sempre um mais lindo que o outro :D
    Foto perfeita, você que tirou mesmo? Parabéns! :*

    Beijos!

    http://www.julianaurquisa.com

    ResponderExcluir
  2. eu adorei a foto, você já está começando bem :D Não sei se gosto mais das palavras ou da imagem.

    beijos e abraços!
    Larah

    ResponderExcluir

Deixe sua lembrança...