terça-feira, 24 de agosto de 2010

Mudanças

  Sempre tive opinião pra tudo. Ou quase tudo. O engraçado é que temos mesmo essa tendência; temos sempre um ponto de vista pré-formado sobre certas coisas. Pelo menos comigo funciona assim… Ou funcionava.

  Sabe aquelas frases ‘Nunca vou fazer isso’, ‘Acho pessoas que agem de tal jeito ridículas’? Quem disser que nunca fez uso de uma dessas é hipócrita. É natural julgar as pessoas por impressões que elas te passam. Somos diferentes, pensamos de jeitos diferentes e temos idéias distintas do que é certo e errado.

  E então o ponto de vista muda quando é você quem passa pela tal situação. Acho que tudo é uma ironia do destino, ou seja lá o que isso for. Uma forma da vida te mostrar que nada é concreto e inalterável. Tudo muda o tempo inteiro e quando paramos para olhar dentro de nós mesmos, descobrimos o quanto temos a capacidade de mudar. Nossas idéias, nossos pensamentos, nossos ideais, nosso senso crítico. Somos a própria mudança.

  É tudo muito pessoal, não há um padrão nas decisões que se deve tomar e hoje me dou conta disso. Cada um age de um jeito, errado ou correto, depende do modo como vemos as coisas. Não nos cabe julgar ninguém, tratam-se de histórias e pessoas diferentes. Generalizar é só mais uma burrice humana que cometemos todos os dias sem sentir.

  Quero aprender cada dia mais a não olhar para o lado com um pré-conceito formado. Não gosto quando o fazem comigo. Quero mudar de opinião, me reciclar, me transformar. Não é isso o que fazemos sempre (ou ao menos devíamos fazer)? Não é feio mudar minha opinião, pensar diferente, agir inusitadamente.

  Essa sou eu, crescendo e aprendendo.

3 comentários:

  1. É engraçado como julgamos as pessoas, e depois vemos como elas se sentiram. Costumava julgar pessoas, por puro tédio, mas tento me controlar.
    Adorei o texto :D

    ResponderExcluir
  2. Falou certíssimo. Eu julgava horrores dos outros. Mas depois de uma certa idade, quero dizer, amadurecimento, percebemos que também estamos na selva e comigo foi assim. Passei não mais julgar e sempre que penso algo sério de alguém e esse alguém for meu amigo, chego nele(a) e falo pra tentar ajudar :) Assim como gostaria que fizessem comigo.

    Beijos!

    (http://www.julianaurquisa.com)

    ResponderExcluir
  3. É legal essa fase de adaptação pela qual todos nós passamos durante a vida, constantemente. Acredito que isso seja o gás que move tudo, a necessidade de adaptação e amadurecimento para que se possa passar pelos obstáculos impostos, que muitas vezes pedem amadurecimento e experiências nem sempre adquiridas.

    Beijo!

    ResponderExcluir

Deixe sua lembrança...