sexta-feira, 2 de julho de 2010

Lua Cheia

 

  Não era sempre que conseguia vê-la. Apesar disso, sabia que ela estava lá; iluminando tudo e todos, fazendo-a lembrar de todos os pensamentos que tentava evitar no decorrer do dia. Às vezes encontrava nuvens que tentavam escondê-la, mas sabia que seus esforços eram em vão. As nuvens eram como um mistério, que a faziam querer saber o que havia por trás delas. Será que ela hoje estaria minguante? Crescente? Ou será que estaria linda como só na fase cheia conseguia ser?

  A Lua lembrava-a de coisas que sentia falta. Era o símbolo da nostalgia. Todas as noites quando olhava para o céu, conseguia lembrar todas as coisas amenas e doces que já vivera. Por exemplo, ele

  Aquele astro deixava-a curiosa para saber onde estaria ele e o que poderia estar fazendo. No que estaria pensando, o que estaria sentindo, se pensava nela também. Quando não conseguia vê-la, era como se não estivessem conectados. Porque, no fundo, ela funcionava como uma conexão entre eles, quando sabiam não poder estar juntos.

  Como os dois, ela possuía fases. A cada período mudava e ela conseguia interpretá-la de maneiras diferentes. Havia a fase em que ambos estavam inteiros, doados, completos, imersos em um só sentimento. Talvez fosse a fase mais intensa que ela poderia apresentar, por isso era a que mais gostava.

  Aquilo se transformara em um ritual, um jeito simples que encontraram de pensar um no outro mutuamente. E funcionava, mesmo quando não podiam se ver ou se falar, porque a lua sempre estaria ali para lembrá-los daquele sentimento. Mesmo depois de um dia difícil, da chata rotina, do cansaço normal. Ela estava lá, como um abrigo acalentador que pudesse confortar seus corações.

  E quando fitavam a lua, em sua melhor fase, eles estavam completamente juntos através do pensamento e coração. Podiam sentir isso, sem que precisassem falar uma palavra.

***

Créditos da imagem: aqui

8 comentários:

  1. Que texto mais lindo, poxa! Você só pode estar apaixonada :P

    Paulinha, queria aproveitar pra agradecer a sugestão lá no meu blog. Segui o conselho! ;)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Esse texto me lembrou o filme "Querido John". Você já assistiu?

    Beijos!

    http://www.julianaurquisa.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto! Tenho uma queda por textos que envolvam a lua, sério. E não tem exatamente um motivo, já que eu nunca fui de olhar pra ela e tudo o mais. Mas enfim. Texto lindo, lindo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Que texto mais lindo! *-* Suave, leve, gostoso de ler, relaxante... Sinceramente, eu amei. Eu fiquei imaginando as cenas, a Lua, ele, ela... Me encantei. n_n' É linda essa conexão que o ser-humano tem com a Lua. É como se fosse um mistério gostoso, algo que dá vontade de desvendar. É inspiração, é poesia. É um círculo de luz no céu que com certeza vai mais além. Por ser nosso talvez, nosso satélite. É até mais citada que o próprio Sol, logo ele que concede toda luz, haha.
    Te indiquei para um meme (: Beijones.

    Lívia - http://vocabulo.confabulando.net

    ResponderExcluir
  6. que texto lindo *o*
    não sei o que mais comentar haha
    xoxoxo

    Marie - http://careful.outtamind.com

    ResponderExcluir
  7. Particularmente eu me amarro na lua, sempre que posso ganho preciosos 10 minutos pra olhar, tentando imaginar o tamanho do silêncio que deve estar lá e o nível de concentração de forças que se deve ter.
    Dizem por ae que a lua mexe com os oceanos, imagina o que ela não faz com a gente, já que somos também compostos por água?

    http://lolobranco.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe sua lembrança...