segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Tempo..

Oi geeente!

   E aí, ta tudo bem? Comigo ta tudo certinho! A Feira da Cultura foi legal, eu descobri que eu posso escolher em qual matéria vou poder ganhar ponto, mas a droga é que é só uma. Difícil vai ser escolher entre as três matérias críticas ¬¬’

   Amanhã é feriado, adoro feriados na segunda *-* Em compensação dia seguinte tem prova de física, que felicidaaade!

  Hoje não vou demorar muito, eu to com uma dor de cabeça triiiiste. Como estou muito reflexiva, vou falar um pouco sobre... o tempo. É, o tempo.



O tempo às vezes pode ser cruel.

Ninguém sabe quanto tempo vai ficar vivo.

Quanto tempo será que tenho de vida? Eu sempre me faço a mesma pergunta!

Será que vou conseguir alcançar todos os meus objetivos? Será que minha Vida vai simplesmente acabar antes que eu termine ( ou comece) tudo o que tenho vontade de fazer?

Que coisa triste! Já imaginou ser eliminada pelo mundo? Já imaginou te tirarem o direito de fazer tudo aquilo que você tem vontade?

Como o tempo passa rápido! Como as pessoa mudam com o tempo! Como os sentimentos vão (ou não) com o tempo!

Basta 1 segundo passar e tudo acontece. Pessoas nascem, morrem, descobrem sofrerem de uma doença grave, passam no vestibular, casam-se... O mundo continua! Em poucos segundos!

  E eu? Eu estou aqui parada vendo tudo acontecer. Ou não.

  Será que ainda dá tempo? Será que já é tarde demais? Será que as coisas precisam acontecer pra eu notar o tempo que perdi deixando de fazer algo? Será que tudo o que eu preciso é acordar? Será que agora, nesse momento, o que eu faço é perda de tempo?

  Tempo é dinheiro. Mas tempo também é amor. É amizade. É vida. Mas somente para aqueles que conseguem otimizá-lo. Você otimiza seu tempo?

  Tempo é a palavra que nos define. Ninguém tem mais tempo. Todo mundo anda apressado, atrasado, estressado porque não tem tempo. Não há tempo pra reparar na pessoa que você esbarrou e pedir desculpas. Não há tempo pra prestar atenção ao que seu amigo te conta. Não há tempo pra reparar em como o dia está azul. Não há tempo pra notar que aquela pessoa especial cortou o cabelo. Não há mais tempo, ninguém mais se importa, se olha, se fala, se toca. E o relógio continua correndo.

   Eu não tenho mais tempo. O tempo da minha dúvida poderia ser o tempo da minha ação.

   Ou talvez eu tenha tempo, se decidir agir e parar de supor apenas..



    Bom, eu acho que ficou meio confuso, porque hoje eu to assim. Não tem a ver com nada especificamente. Nem sei se alguma coisa do que eu escrevi faz algum sentido, mas parece fazer pelo menos pra mim.


‘’Não está ocioso apenas aquele que não faz nada, mas também aquele que poderia fazer algo melhor’’ – Sócrates

 Não sou de botar essas frases feitas, mas essa meu professor de Química uma vez falou e eu fiquei com ela na cabeça. Só reflitam (:

 Eu sei, hoje eu to assim.

  Beijooos, até mais :*




''Há sempre um novo dia''

3 comentários:

  1. meninaaa
    sensacional!
    adoreeei o texto!
    você tem mó talentao!
    ai ai o tempo questao dificil de se falar!
    ate me inspirei!
    Só espero q um dia a gente tenha tempo p se ver de novo e falar sobre varias coisas. Principalmente dos velhos TEMPOS.
    bjos meninaa e parabens pelo blog!

    ResponderExcluir
  2. Oieee tbm vim comentar no seu , amei o seu texto do tempo , muito bom mesmo , tu escreve mou bem , parabéns .... a japinha do layout eh muitooo fofaaaa *-----*
    É isso ae
    Bjssss

    ResponderExcluir
  3. Minha escritoraaa...
    Tá lindo amoor
    Você é maravilhosa e tem um talento espetacular pra escrever.
    Temos muito tempo ainda, para escrever nossa história né? *-*

    ResponderExcluir

Deixe sua lembrança...