quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Novas Perspectivas

Oi pessoas feliiizes !
   Confesso que ando meio em falta, não atualizava há um tempo. Mas foi por falta de tempo mesmo e não por preguiça (por incrível que pareça) !
   As coisas estão normais por aqui. Quando vier aqui na próxima vez ( vou tentar postar em dias alternados) conto mais coisas interessantes da música, livros, essas coisas.
   Maaas, pra vcê que já estava aí ancioso pelo texto de hoje até parece que alguém lê , venho com mais um texto inspirador pra vcê refletir ou não sobre a vida. Isso é tão profundo *-* Agora muita paciência porque o texto tá no meu caderno e eu vou ter que digitar tuuudo agora ( geralmente eu já tenho coisas prontas que eu digito e salvo no meu pc pra não perder muito tempo ). E primeira vez que ponho um título nisso, aeee õ/




Nova Perspectiva

Todos a olhavam friamente.
Aqueles olhares julgadores, preconceituosos.
Ela os conhecia tão bem, que podia simplesmente lê-los e dizer exatamente o que eles diziam.
Talvez pudesse até ler os pensamentos deles. Era fácil, sabia muito bem o que pensavam.
''Que garota estranha! Como ela não tem vergonha? É um absurdo deixarem que entre gente desse tipo aqui!''
Ela riu por dentro. Era incrível como as pessoas a desprezavam tanto e ao mesmo tempo gastanvam horas falando a seu respeito. Puro passatempo.
O ser humano era realmente in-crí-vel. Inacreditável!
Já estava acostumada. No início fora difícil, mas agora lidava melhor com a situação, apesar de ainda ser difícil se aproximar das pessoas sem que a olhassem torto.
Sempre fora assim, desde o momento em que se mostrara diferente no modo de agir e se vestir.
Para eles, era exótica. Suas roupas diferentes e seu cabelo fora dos padrões.
Fora dos padrões. Aqueles impostos por toda a sociedade.
Tinha o dever, naturalmente, de seguir o que todos achavam ser o coreeto.
Desde pequena tinha sido educada a não desobedecer a professora, não retrucar os pais, agir sempre como todos.

Mas e se ela não concordasse? Ninguém tinha lhe dito nada sobre essa possibilidade.
Ela era obrigada a fazer o que queriam só porque todos diziam ser o certo?
Não, não era obrigada, sua mãe dizia quando era pequena, mas ficava feio e não era bom pra sua imagem.
Imagem...Essa coisa que nos esforçamos tanto para manter. Às vezes não tem nada a ver com o que realmente somos. Apenas uma máscara que usamos quando nos é conveniente.
Quando queremos convencer alguém de que somos decentes.
Bom, no final, era tudo questão da perspectiva com que olhasse as coisas.
Cada um no fim tinha um olhar diferente sobre tudo. Mas apenas aqueles mais audaciosos tinham a coragem de expressá-lo.
Ela não entendia.
Afinal, o tempo da ditadura e da opressão já tinha acabado há anos.Então por que o medo de se expressar?
Bom, talvez porque na teoria fosse assim. Aqueles que se mostravam como realmente eram, sempre eram julgados de forma errônea. 
O que era uma pena.
Porque ela achava que o mundo era bem mais divertido quando era diversificado.
Colorido. Diferente. Exótico.


    Bom, por hoje é isso! Vou dormir que amanhã o dia é loooongo! Espero que gostem, comentem, critiquem, tanto faz. Faleeem !
    Beijos e até ..
 
Ps. O post foi escrito ontem à noite, mas por causa do apagão que teve no Rio ( e em outros estados ), não consegui atualizar. Minha sorte é que o blogger é mara e salva tudo o que eu escrevo como rascunho, senão eu tava perdida! Enjoooy!

7 comentários:

  1. Amei amoor
    rs..
    Escritora do meu coração
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. ou ou ou
    eu leio, ok?
    hahahahah
    aaahh adrei
    a narrativa é uma ótima forma de expressar a nossa opiniao atravez de um personagem q nao necessariamente é vc. mas no fundo é... entendeu?
    adorei
    taMARA!
    bjos

    ResponderExcluir
  3. ah esqueci de dizer
    adicionei um vídeo aquela ultima postagem
    dá uma olhada
    é o melhor exemplo que eu pude ver para a quele texto...

    ResponderExcluir
  4. Paulinha (:
    Lindo seu blog .. Nem sabia que você tinha , vi pelo twitter .
    Estou te seguindo por aqui tb ;)
    beijos :*

    ResponderExcluir
  5. Bem legal o texto... Na teoria tudo é mais lindo, ne... eu tava pensando nisso hj... quando se vê as pessoas discurssarem falam com tanta facilidade o q é certo ser, o q é certo pensar...
    mas na verdade o q realmente fazem, pensam... fica reprimido!

    Bjssss!!!

    ResponderExcluir
  6. Seu blog tá mara!
    O texto me lembrou muito o caso da Uniban, ^^
    Tá de parabéns moça
    ;*

    ResponderExcluir
  7. ahhh adorei amiga! muito bom mesmo!!
    namoral vc vai ser uma otima jornalista...se vc seguir isso mesmo...
    te amo linda

    ResponderExcluir

Deixe sua lembrança...